Lágrimas coloridas

Desde o nascimento da Boutique da Cultura, a produção teatral, assim como outras valências nas mais diversas áreas das artes performativas, têm vindo a criar uma corrente de público de todas as idades. No último ano do Espaço Bento Martins, com programação regular, conseguimos mover inúmeros espetadores a contemplar as mais diversas produções teatrais e de música para miúdos e graúdos. A Casa das Artes foi um dos projetos vencedores do Orçamento Participativo de Lisboa 2017 e surgiu para ser um espaço de vocação criativa para o apoio às artes performativas. Com a criação de espaços multiusos, esta casa veio criar condições para promover a cultura e a criatividade como uma verdadeira máquina geradora de sinergias numa maior escala, apoiando a produção artística, cedendo espaços e acolhendo grupos temporários, formais ou informais.

CURSOS DE TEATRO

SAIBA MAIS

CLIQUE NA IMAGEM

Um eixo que a Boutique da Cultura vê como prioritário na Casa das Artes é a formação no campo das artes performativas. O plano de formação não só dirigida aos mais novos, mas a toda a comunidade que queira aprofundar, ou até mesmo experimentar pisar um palco. Por norma, temos cursos regulares de longa duração na área do teatro.  As turmas são divididas por faixas etárias, criando grupos de trabalho com a pequenada, assim como os mais crescidos. Aproveitando o bom tempo, por norma no final do ano letivo escolar, o a Casa das Artes concebe duas semanas intensivas de Laboratório Artístico dedicado à criançada. É durante o dia todo que eles se divertem, aprendem as mais diversas áreas artísticas e anseiam descobrir que atividades os espera no dia seguinte. Temos também uma Oficina de Teatro Musical com aulas semanais de formação integrada de representação, voz e movimento, dada por professores com experiência na área, culminando num espectáculo no final do ano.

*ANO LETIVO 2020/2021:

CURSO DE COMÉDIA DE IMPROVISO.

AULAS DE MÚSICA

SAIBA MAIS

CLIQUE NA IMAGEM

A Casa das artes dispões de uma sala especifica para lecionar música nas suas mais diversas vertentes. Todos os professores são devidamente certificados e tentam sempre, para além da componente teórica e prática, proporcionar aos seus alunos momentos de grande descontração e alegria. As aulas são sempre agendadas consoante a disponibilidade dos alunos e dos professores. Para além de serem aulas individuais, todos os anos há um espetáculo aberto, fruto coletivo dos alunos de música da Boutique da Cultura. 

*ANO LETIVO 2020/2021:

BAIXO; CANTO; CLARINETE; GUITARRA; PIANO; VIOLINO; VIOLONCELO.

PRODUÇÕES BC

BOA

NOITE

2013 - PRESENTE

A história da Boutique da Cultura cruza-se com a história do projeto "boa Noite" que já tem seis anos de vida. Este é um projeto de LEITURAS ENCENADAS de autoria de João Borges de Oliveira e de Joana Tavares e que teve inicio em 2013, ainda antes da constituição formal da Boutique da Cultura. É sempre um espetáculo diferente e já foram muitos os realizados.

A BAGAGEM DO 

MIGUEL

2018

Ironicamente, A Bagagem do Miguel é um monólogo com duas personagens, ou três, quem sabe, e alberga uma dualidade significativa do conceito de bagagem. Numa conversa direta e aberta com o púbico, pretende-se transmitir o sentimento nostálgico dos atores, encarando sempre cada novo projeto de peito aberto, mas dividido, pelo facto de pular de um lado para o outro à procura de oportunidades.

GOSTO DE TI

ASSIM

2016

“Era uma vez… É assim que começam todas as histórias.” Gosto de ti assim é uma adaptação livre do conto tradicional da Carochinha e do João Ratão ou, por outras palavras, é o olhar critico e pedagógico sobre a diferença e a aceitação da mesma. Ser diferente é ser igual porque ser igual é ser diferente. E porque são iguais na diferença, os animais desfilam alegremente.

HISTÓRIAS DA VIDA REAL

2015

Três histórias em palco. Quatro personagens. Uma comédia em que a frustração da vida real é algo comum a todas as personagens. Uma mulher encalhada, dois atores que vão fazer um casting para "pintos" e um cantor que também é escritor e apresentador e que vira uma cantora, escritora e apresentadora.

A BRUXINHA QUE

ERA BOA

2014

Ângela é um fracasso na escola de bruxas, já as suas três companheiras, Fredegunda, Fedorenta e Caolha, são más a valer. Após o exame final, realizado pelo imperador de todas as maldades, Dom Belzebu III, as alunas que não aprendem os feitiços recebem como castigo a prisão na torre negra e a melhor aluna é premiada com uma vassoura a jato.

A CAPUCHA ENCARNADA

2019

Numa tarde de primavera o Capuchinho Vermelho, quer dizer, a Capucha Encarnada, percorre a floresta a caminho da casa da sua avó. Vai levar-lhe os seus bolinhos preferidos, isto é, esta avó gosta mais de bolacha Maria com marmelada. Por entre árvores, galhos, pedras e flores encontra o Lobo Mau...e claro, numa floresta especial existe sempre uma Cinderela, um Príncipe, a Bruxa Má, o Pinóquio e a uma Rapunzel.

O SEGREDO

DA AVÓ

2017

Peça de teatro reescrita a partir do texto originao "O Segredo da Avó", de João Borges de Oliveira. O livro foi editado pela Boutique da Cultura e já vai na terceira edição, com mais de três mil exemplares vendidos. Uma peça de recordações, sentimentos, relações intergeracionais, respeito e alegria entre avós e netos.

A MÃE

2016

Um texto de dor, de escolha, de morte e de maternidade onde o espectador é surpreendido até ao último instante. Um texto que promove uma reflexão pessoal sobre o maior e mais insondável mistério do Homem: a sua própria vida e o milagre do nascimento. Clara, a mulher de pernas abertas na maca, é o paradigma de tantas mulheres que um dia se sujeitaram ao aborto por inúmeras razões.

LIBERDADE 

(IM)POSSÍVEL

2015

Desafiámos um conjunto de amigos jornalistas, autarcas, professores, juristas e deputados para escreverem pequenas histórias sobre a liberdade, ou a ausência dela. Demos corpo e voz a estas personagens que são o retrato de uma parte da nossa sociedade. Uma sociedade que se diz livre, mas presa por ideologias políticas, religiosas, descriminações raciais e sexuais e a ausência de dinheiro para aquilo que é essencial… 

UM LUGAR ÚNICO E MÁGICO

2014

Um Lugar Único e Mágico é algures onde as fachadas ganham vida, a comunidade se envolve ativamente na construção de um projeto, onde a idade não importa e o espírito se eleva na vontade de querer fazer algo maior, bonito e especial. Neste que é o nosso, o seu, e o lugar de quem quiser, unimos pontos e tricotámos este espetáculo. Não espere uma história, mas sim muitas histórias, aquela que pode ser a sua...

VILA DOS

SONHOS

2018

Os livros têm esta magia… Fazem-nos voar! Maria ao ler um livro é transportada para o mundo encantado da “Vila dos Sonhos”, um lugar único e fantástico, cheio de pipocas, chupa-chupas, algodão doce, bolos e muito chocolate, onde os animais falam e o nariz dos humanos é precioso. No entanto, os cidadãos da “Vila dos Sonhos” vivem cheios de medo da Adozinda, uma bruxa má que ambiciona roubar o trono à sua irmã.

AS RUGAS, O SEXO,

A VIDA

2017

“As Rugas, O Sexo, A Vida” ou como cada um de nós vive no limite da sua verdade individual que constrói a memória coletiva... Quando amamos, quem amamos e porquê? Como vivemos, onde vivemos e porquê? Que fronteiras estabelecemos entre o dizível e o indizível? Afinal, quantos segredos somos em cada um de nós?

VER COM O 

CORAÇÃO

2015

Uma história que fala de brinquedos, daqueles que já não damos grande importância porque estão velhos. Mas esquecemos das alegrias que nos deram, dos sorrisos que trocámos… das vezes em que bebemos chá juntos! Uma história de amizade, mas sobretudo, uma história que percebemos o quanto é importante vermos com o coração.

MULHER

RAINHA

2015

Criação livre da peça “Mary Stuart”, de Friedrich Schiller, escrita em 1800. Um episódio decisivo na história europeia – a luta pelo poder numa Inglaterra tão poderosa quanto decrépita. Uma peça que é muito mais que um jogo de poder, neste caso, a disputa pela coroa da Inglaterra na segunda metade do século XVIII. Maria Stuart, Rainha da Escócia, católica fervorosa ambiciona o trono. 

COMVENTO

2014

Um convento que vive o seu dia-a-dia dentro dentro das suas rotinas normais. Até que um dia a Madre Superiora teve uma ideia genial: criar um canal de TV. A Diocese aceitou, o Vaticano acetou e as irmãs lançaram-se a esta aventura. Cada uma dá o melhor que tem de si. Cada uma com o seu registo muito próprio. E são um “faz tudo”: elas tratam da maquilhagem e das entrevistas. Um ConVento que não será o mesmo.